sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Licor de amoras silvestres

Apanham-se as amoras e deitam-se num frasco com aguardente. Esmagam-se ligeiramente e guarda-se o frasco num sítio escuro. Agita-se de vez em quando.
Ao fim de 6 meses, filtra-se e mistura-se com um xarope bem denso, feito com água e açúcar. Não sei as quantidades porque como dizia a bisavó Emília "... é um pouco disto e mais um pouco daquilo... tu percebes quando está no ponto".


Feito hoje à tarde para a minha amiga que prometeu vir ajudar-me na horta...

Este foi feito no ano passado e está delicioso.

3 comentários:

  1. Esta avó não pára! Fala-se e.... 1,2,3... já ela fez! É o máximo a avó Ofélia!
    Beijinhos

    ResponderEliminar